O compliance no Brasil pós-covid-19

O compliance no Brasil pós-covid-19

O compliance pós-covid-19, qual o futuro? Nesse início de ano, em janeiro, celebramos no Brasil o sétimo aniversário da entrada em vigor da nossa Lei Anticorrupção. Nesse período, mergulhamos em um importante processo de transformação. Como país, testemunhamos casos que revelaram os níveis mais baixos de consciência ética, mas encontramos a melhor solução: o desejo real pela mudança cultural, seja pela imposição judicial, pela razão ou consciência ética, por meio da revisão de processos, políticas, riscos e da ética corporativa.

A transição e mudança cultural precisavam ser rápidas. E o que vimos nesses últimos sete anos foi uma virtuosa busca pela implementação de programas de compliance. Identificamos especialmente um desejo real por uma mudança cultural na prática de se fazer negócios. Apesar do cenário progressivamente positivo, algumas perguntas ainda devem ser feitas sobre programas de compliance: (i) ele é efetivo?; (ii) está alinhado com a cultura interna da empresa?; (iii) o público de interesse (interno ou externo) o conhece e o valoriza?; (iv) a empresa deixaria de realizar um negócio imediatamente lucrativo em prol da manutenção da cultura de integridade?; (v) como adaptar seu programa de integridade ao mundo pós-pandemia?

Nós também já sabemos que não basta apenas implementar um programa de excelência. O desenvolvimento de uma estratégia de comunicação sólida tem o poder de conduzir a criação de um programa de integridade verdadeiramente efetivo. Questões legais, transparência e comunicação precisam andar de mãos dadas, seja em tempos de crises corporativas ou mesmo pela manutenção de uma nova rotina de trabalho remoto.
O objetivo da comunicação é ajudar as empresas e seus departamentos de compliance a traçarem o caminho mais eficaz, alcançando a melhor prática e a customização de um processo de implementação e consolidação dos programas de integridade.
Para saber mais, acesse aqui
Veja outras matérias aqui

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Solicite aqui

Sua Demonstração