Ferramentas de TI apoiam ações de compliance de pequenas e médias empresas

Ferramentas de TI apoiam ações de compliance de pequenas e médias empresas. Soluções de due diligence e background check podem ser usadas na checagem de informações acerca de pessoas físicas ou jurídicas com as quais uma organização se relaciona

Não há discussão quanto à veracidade da afirmação de que a boa reputação de uma empresa demora muito tempo para ser construída e depende apenas de algum incidente para ser destruída. A diferença é que, ao contrário de uma mega corporação, como a Vale, por exemplo, que consegue investir milhões em campanhas de recuperação de prestígio, as pequenas e médias empresas não possuem esta mesma capacidade.

Ferramentas de TI apoiam ações de compliance de pequenas e médias empresas:
Desta forma, o risco de ter sua sobrevivência ameaçada pela contratação de um funcionário com passado sombrio que venha a comprometer seu futuro é enorme. De maneira semelhante, fechar parcerias com empresas envolvidas em escândalos de corrupção ou agressões às políticas socioambientais, por exemplo, pode contaminar a percepção de todo o mercado sobre a PME e inviabilizar o fechamento de importantes contratos.
Preocupadas com este tipo de acontecimento, as PMEs estão investindo cada vez mais em ferramentas que podem ser utilizadas para a realização da chamada due diligence (diligência apropriada) e background check (verificação de antecedentes).
Tais mecanismos consistem em ferramentas adotadas em programas de compliance e integridade para checarem informações acerca de pessoas físicas ou jurídicas com as quais a empresa se relaciona.
Neste sentido, é comum a avaliação do histórico dos empregados da empresa e terceiros que com ela se relacionam (fornecedores, parceiros, agentes intermediários, consultores e clientes). Essas ferramentas são bastante utilizadas no momento anterior à contratação do terceiro ou em momento posterior para o devido acompanhamento e fiscalização.
Até poucos anos, obter informações deste tipo demandaria muito tempo e um investimento de recursos muitas vezes superior à capacidade das PMEs. Ocorre que a evolução tecnológica já permite o acesso a esses instrumentos por empreendimentos de todos os portes com pagamento proporcional à quantidade de uso.
As melhores plataformas que oferecem este tipo de serviço são capazes de pesquisar, a partir do CPF ou CNPJ, por meio de tecnologias de ponta para mineração de dados e crawling, se determinada pessoa ou empresa, seus sócios ou familiares, estão envolvidos em fraudes, corrupção, lavagem de dinheiro, terrorismo, crimes ambientais, envolvimento com emprego de mão de obra escrava e infantil. Apontam ainda, se a pessoa é politicamente exposta ou não, permitindo ainda o monitoramento contínuo dos pesquisados.
As informações são procuradas junto a mais de duas mil fontes incluindo processos em todos os tribunais brasileiros, Ministérios Públicos do Trabalho, COAF, OFAC, FATCA, OIT, assim como em cadastros negativos de crédito como Serasa e SPC para detectar a existência de cheques sem fundos e protestos, por exemplo.
Os benefícios deste tipo de verificação são cada vez mais percebidos pelos empreendedores de PMEs. Prova disso é que as empresas líderes na prestação deste tipo de serviço registraram nos últimos um aumento de 40% na demanda.
(*) CEO da Kronoos Soluções, startup que desenvolve soluções de compliance. Conheça solicite uma demonstração aqui.
Conheça a plataforma Kronoos

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Solicite aqui

Sua Demonstração