Já este tipo de risco, apesar de ser externo ao negócio, se faz muito presente por cobrir todos os problemas relacionados à regulamentação, tanto nacional como internacional. Empresas que não certificam seus produtos e processos junto aos órgãos reguladores já estão em risco. O não cumprimento da legislação trabalhista também se enquadra aqui, desenrolando ainda para os riscos trabalhistas.

Mais recentemente, entrou em cena a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), mais um ponto de atenção dentro das empresas de qualquer porte. Fraudes e corrupção também contam como riscos originados a partir do não cumprimento das leis.

Enfim, este caso é complicado pela sua amplitude. O que pode ajudar no caso dos riscos regulatórios, e de todos outros, é ter uma política de compliance bem alinhada.