COM INADIMPLÊNCIA, ANÁLISES DE CRÉDITO CRESCEM 265% NO SEMESTRE

Somente no mês de maio foram registradas 6,1 milhões de empresas com algum problema relacionado à inadimplência no Brasil. Os números são do Indicador de Inadimplência das Empresas da Serasa Experian e revelam que o endividamento corporativo permanece nos níveis mais altos dos últimos anos. Como consequência, aumentou também o cuidado das instituições que concedem crédito para evitar prejuízos, com crescimento exponencial das análises de crédito.

De acordo com um levantamento realizado pela plataforma SaaS de compliance Kronoos, no primeiro semestre de 2022 houve um aumento de 265% nos pedidos de análises de crédito das empresas em relação ao mesmo período do ano passado.

O estudo da startup mostra que nos primeiros seis meses de 2021 foram registrados 253 pedidos relacionados ao assunto. Neste ano, o volume saltou para 924.

“A comparação apresenta um aumento de quase três vezes na quantidade de dossiês desenvolvidos. Este movimento revela uma intensificação dos cuidados com o histórico das instituições com as quais os concessores de crédito estão dispostos a fazer negócios. A conjuntura econômica forçou as empresas a diminuírem as margens de risco e as ferramentas tecnológicas de mineração de dados estão auxiliando neste objetivo”, revela o estudo.

O Associate Director da boutique de consultoria para o mercado financeiro e de pagamentos Xsfera, Renato Aragon, ressalta que o cenário macroeconômico marcado por inflação crescente, crise econômica, guerra, taxa Selic em elevação contínua e perspectiva de crescimento menor para o PIB, obrigou as instituições financeiras a aumentarem a eficiência de suas operações.

“Neste sentido, reduzir a probabilidade de prejuízos causados pela inadimplência através de uma avaliação bem estruturada no momento da concessão é essencial para garantir a qualidade da carteira de crédito”, afirma.

Conheça a plataforma Kronoos
Veja mais conteúdo sobre compliance aqui

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Solicite aqui

Sua Demonstração